Resenha: O Garoto dos olhos Azuis, Trilogia Encantados

16:34:00

   Olá pessoas, tudo certinho???
   A resenha de hoje é do primeiro livro de uma trilogia que já virou favoritos da vida!!! Virei a noite lendo *-* E em " O garoto dos lhos Azuis" é onde tudo começa... 
  

O príncipe encantado existe? Bárbara é linda, loira e bem-sucedida. Desde que assistiu a uma cerimônia de casamento pela primeira vez, ainda criança, seu sonho é apenas um: percorrer o tapete vermelho da igreja, vestida de noiva. Porém, contrariando todas as suas expectativas, ao ser abandonada no altar, a vida de Bárbara desmorona. Ela decide voltar à cidade natal e passa a viver com os irmãos e mais dois amigos. Todos homens. Com a ajuda de Vivian, uma espécie de Barbie Malibu, Bárbara tenta superar sua decepção amorosa recente e uma da adolescência, que volta com tudo à sua memória: o garoto dos olhos azuis. Será que o cavalo branco só passa uma vez? É isso que Bárbara vai descobrir com bom humor, jogo de cintura e uma pitada de neurose, em O Garoto dos Olhos Azuis, romance de estreia de Raiza Varella."

Autora: Raiza Varella / Editora: Pandorga / Número de Páginas: 376  
Ano de Lançamento: 2º Edição - 2016


  Barbara é a caçula e única mulher de dois irmãos, Gustavo o do meio e Augusto o mais velho, ela cresceu com sua avó Eva (que é meio diferente das vovós tradicionais kkkk) falando mais ou menos que "todos encontram o grande amor e que para as garotas,  ele virá montado em um cavalo Branco". Tudo piorou na cabecinha de Babi (como a chamam) quando ela tinha uns 6/7 anos e foi a um casamento, ao invés de ela olhar para a noiva, ela olhou para o noivo e se encantou ao ver a veneração e emoção que emanava dele ao ver a noiva entrando, e a partir daquele dia ela em todo casamento que ia só olhava para o noivo e sonhava com seu príncipe do cavalo Branco a olhando daquele jeito no altar, ela queria se casar, ela queria um homem a amando como os caras que ela via. Detalhe ela sabia se o casamento ia durar só por isso, pelo jeito que o noivo olhava para noiva até ela chegar ao altar junto dele, nunca falhava. 

  Ela estava a procura desse cara e tudo na sua vida ficou pior quando ela foi passar férias na casa da avó e ela e umas amigas foram para um luau na praia. Mas lá ela também encontrou a pior pessoa na sua vida, que recebe o nome de Camila. Essa garota havia ficado com um dos irmãos de Babi e esse  deu um pé na bunda da menina, a deixando muito brava e descontando sua raiva em Barbara. Ela chamou Babi para uma conversa e acabou lhe humilhando,  a empurrando no mar e lhe dizendo coisas terríveis com todos a olhando. Mas, um certo alguém foi lhe ajudar, lhe estender a mão e também lhe roubar seu coração. Um rapaz que aparentava ser mais velho que ela a retirou da água e lhe disse para não ligar para as palavras de Camila, que ele havia lhe notado. Ele lhe deu seu primeiro beijo e um pequeno buquê todo murcho de rosas brancas,  lhe deixando sem entender nada e muito menos ainda quando sai e lhe deixa ali sozinha só com a lembrança de seus olhos azuis.



  Babi nunca conseguiu parar de pensar em seu "garoto dos olhos azuis" nem mesmo quando foi para São Paulo fazer faculdade de direito, arrumou duas garotas para dividir seu próprio apartamento que nos cinco anos que ficou ali, viraram suas melhores amigas que como ela mesma falou "dividiu até as calcinhas com elas ",  Luíza e Manuela. Agora já uma ótima advogada criminalista e vivendo sua própria vida, ela parece perceber que o destino quer lhe dar uma chance de esquecer o tal garoto de sua adolescência e lhe realizar o seu grande sonho de se casar. Ela conhece Miguel que logo vira seu noivo e que como eu disse, ela realmente acha que o destino irá fazer ela ter a vida que sempre quis porém, não será com Miguel, infelizmente e pra mim felizmente hehe

  No seu grande dia, Barbara já percebe algo de errado, Miguel não estava olhando nem para sua direção enquanto ela desfila até o altar e muito menos mostrando algum sinal de adoração e amor por ela porém, ela releva, ele poderia estar muito nervoso certo? Errado! Pode acreditar, bem ali no altar, Barbara não recebe apenas um não e sim um belo tapa na cara de falsidade. Miguel diz na frente de todos que ama uma de suas melhores amigas, Manu,  e que não poderia se casar com ela. Eles estavam juntos a mais de seis meses e o pior, ela não foi apenas traída por uma melhor amiga e sim pelas duas pois, Luíza sabia de tudo e não lhe falou nada.

  Aquilo para Babi foi um sinal de que  o cavalo branco até pode existir porém o príncipe em cima dele não vem,  ao invés disso você leva um belo coice para acordar para a vida.


  Babi entra em uma depressão tremenda mas, logo percebe que Miguel não era realmente para ela e acaba aceitando a proposta dos irmãos de ir passar um tempo com eles no apartamento que dividem com mais dois amigos. No começo ela fica "meio assim" de morar com quatro caras afinal, sua mãe não falou muito bem do lugar mas, acabada aceitando para fugir de tudo aquilo, e outra, ela poderia ficar lá até venderem pelo menos o seu apartamento, onde ela expulsou com vigor suas ex's melhores amigas. Que eu Carol, achei até pouco o que ela fez, eu não deixava nem entraram no apartamento ou dar um tempinho para as duas tirarem todas suas coisas, eu mesma tirava ou melhor, atirava tudo pela sacada, as deixando na rua que é o lugar delas! 


  Babi ao chega no apartamento se surpreende ao encontrar um lugar extremamente chique e organizado porém, já chega causando, não é Babi se não causa né amores? Quem leu apenas esse livro ou o segundo, me entenderá ;) E pra quem ainda não leu nem esse da resenha.. Tá vendo, ficou boiando! Já passou da hora de ler não acha? Chegou até aqui na resenha e ainda não foi atrás desse livro porque ?? Tá, não saia da resenha, continue lendo pra saber mais e deixar um comentário lindo ali embaixo hehe obrigada ^-^, segurando seu bebê lindo chamado Vitório para não latir para o gato de um dos amigos dos seus irmãos, que no caso, não irá fazer nada para o bichano afinal, seu rottweiler mais parece um poodle de tão fofo mas, Vito passou uma temporada com seus irmão e não pode escutar a palavra gato (e nem cerveja) que já começa a latir sem parar e para o bichano não se irritar e atacar o pobre cachorro melhor ele não saber que o tal ser se chama "gato". E a parte pior, ao procurar comida ela vai bem na única coisa que gera discórdia total na casa,  o bendito "Sorvete de café de Ian", que ela comeu! Até aí tudo certo, só ela comprar outro e por no lugar não é? Não, o dono do sorvete (e da casa) chega e ela ainda demorou horrores pra abrir a porta discutindo se ele era ou não o "Jack, O Estripador". O que Babi não podia nem imaginar, era que o destino estava sim a seu favor e que aquele rapaz atrás da porta que também tinha olhos azuis, poderia virar seu príncipe do cavalo  branco e fazê-la acreditar novamente no amor. E que com a ajuda da família que tanto nos amam e de amizades realmente  verdadeiras, tudo pode se curar. 


  Agora falando sério, Raiza tem o dom da escrita! Me peguei rindo até chorar, juro, esse livro é muito mais muito engraçado!, ficando p**** da vida (desculpa o palavreado mas, não tinha como eu me expressar melhor!!), querendo matar um ou uns hehe, emocionada, apaixonada, me dá um Ian? Só peço isso mais nada! Desculpa Augusto, ainda te amo viu? Você ainda é meu favorito -- Porque Augusto é meu favorito? Olha spoiler aí do segundo livro minha genteeee!!! Agora xiu né? hahahaha, querendo a Babi e a Vivi como amigas, querendo fazer parte da família deles, querendo também ter um "Príncipe do Cavalo Branco". Raiza, você tem o dom da escrita, o dom de fazer com que a gente não desgrude dos seus livros e o dom de me fazer sofrer também por querer mais e mais. Fiquei dois dias de um luto literário terrível querendo mais, aí consegui o segundo livro e acabou tudo de vez *O* porque já quero o terceiro!!, parecia que os personagens não me deixavam e que tudo me lembravam eles e que eles eram reais, que eu poderia comentar com alguém "Você viu o que a Babi aprontou de novo ?" (risos). 


  Acho melhor eu acabar por aqui porque logo virá a resenha do segundo livro da trilogia e se eu continuar a falar, irei falar o que não pode e dar spoiler (NÃOOOOOO!!!). Agora pelo amor de Deus, vá logo atrás desse livro e já compra a continuação também por favor, se chama "O Garoto que tinha Asas" pra não sofrer à espera querendo o próximo ok? #concelhoDeAmiga. Corre, ler pra gente conversar sobre ele aqui nos comentários ;) E pra quem já leu, comente comigo, por favor *-*  kkkk



                                                                                                    
                                                                                                     



Gostaram da resenha? Se interessaram no livro? Quem já leu? Vamos conversar, seu comentário é muito importe para nós, nos ajuda a saber se vocês estão gostando do nosso blog e de nossas resenhas :)

  

4 comentários

  1. Amei a resenha Carol, essas fotos ficaram tão lindas <3

    ResponderExcluir
  2. Resenha linda, obrigada Carol <3

    ResponderExcluir
  3. Concordo em tudo, meu Deus, que trilogia maravilhosa! Ian é um príncipe ( me conquistou nbo livro 2) e a Babi é a melhor barraqueira que já vi. Uma leoa que defende os babacas dos irmãos com unhas e dentes (O livro 3 comprova isso em cada capítulo kkkk).
    Amando o blog, amiga! Essas suas fotos são divas demais.

    ResponderExcluir
  4. Essa resenha me deixou querendo ainda mais ❤ acho as capas lindas, a história me parece ser ótima e só vejo elogios.
    Super quero!

    ResponderExcluir